Agricultura sustentável é aquela que respeita o meio ambiente e consegue ser economicamente viável. Para ser considerada sustentável deve garantir, às gerações futuras, a capacidade de suprir as necessidades de produção e qualidade de vida no planeta. Ela ajuda na diminuição de adubos químicos; uso de técnicas que não poluam o ar, o solo e a água; prática da agricultura orgânica; uso de captação de água da chuva para a irrigação; não desmatar florestas e matas para a ampliação da área agrícola; uso racional ou eliminação dos pesticidas que além de prejudicar o solo também prejudica a saúde do trabalhador e do consumidor.
A agricultura no Brasil, embora haja esforços neste caminho sustentável, ainda não é o que podemos chamar de ideal, pois grande parte dos agricultores brasileiros insistem em desrespeitar o meio ambiente por acharem que não são responsáveis pelo compromisso social e trabalhista.
Principais problemas nas áreas rurais brasileiras:
- O Brasil é, atualmente, um dos países que mais utilizam pesticidas no mundo.
- Ainda é comum o desmatamento de florestas e matas para abrir espaço para a prática da agricultura.
- Muitos agricultores pagam salários baixos aos camponeses, além de não respeitarem direitos trabalhistas. Infelizmente, ainda ocorrem casos de trabalho escravo e emprego de mão-de-obra infantil no campo.
Embora o Brasil ainda esteja apresentando os problemas citados acima, já existem boas iniciativas no campo da agricultura sustentável. Algumas empresas estão buscando adotar medidas de respeito ao meio ambiente e melhoria das condições de trabalho dos funcionários. Além disso, pequenos agricultores estão se unindo por uma prática mais saudável e sustentável em suas pequenas propriedades, criando cooperativas que além de aumentar a renda do trabalhador rural, cria normas e regras sustentáveis para a produção de seus cooperados.
LarissaBarilli
6º Ano

coment.