É correto afirmar que a maioria das empresas não se importa com a sustentabilidade, o que acaba trazendo consequências ruins tanto para elas, quanto para o meio ambiente. Porém, atualmente a preocupação com a sustentabilidade vem aumentando, levando algumas empresas a encontrar uma forma de usá-la e até mesmo lucrar com isso.
Entre elas está um bar em Londres, onde o chão foi revestido com placas que, ao serem pressionadas frequentemente, produzem correntes elétricas. Essa carga é usada no estabelecimento e corresponde a 60% da necessidade elétrica do local. Outro exemplo, é um hotel dinamarquês (Crowne Plaza Copenhagen Towers), que para conquistar novos clientes, abriu as portas oferecendo aos hóspedes refeições grátis, ou quase isso: de fato os turistas não precisavam desembolsar dinheiro para almoçar ou jantar, mas em troca deveriam ter disposição de sobra para pedalar as bicicletas elétricas instaladas no local, que convertiam energia motriz em eletricidade para iluminar o hotel. O esforço rendia ao hóspede o direito de gastar 240 coroas dinamarquesas – cerca de US$ 44 – no restaurante ou bar do hotel.
Mais do que conseguir eletricidade de graça, essas empresas tinham o intuito de mostrar para seus clientes que a energia não cai do céu e, assim, incentivá-los a usá-la com consciência e responsabilidade social.

Texto elaborado pelas alunas
Sophia Graveno e Laura Bortolozzo - 8º Ano

coment.